quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Até a uva passa

O título não tem muito a ver com o post. Só o coloquei aí por ter achado bacana a mistura das palavras e dos sentidos. "Até a uva passa", by maczinha ;)

Me fez lembrar o quanto somos irrelevantes neste mundo. Até a uva passa. A morte, tanto a nossa como a da uva, é a única certeza que temos.

Vale a pena viver? Claro. Faça valer a pena. Todos os dias, encontre um sentido para a sua vida. Pense que morrerá, não deixe para pensar nisso no fim dos seus dias. Faça algo que o transforme em especial, para alguém ou para todos. Faça com que você seja lembrado por gerações.

Ou se mate.

*****

Voltando a ouvir The Polyphonic Spree... Já comentei sobre a banda
neste post.

Melodias e letras alegres, otimistas. The Polyphonic Spree tem até um quê de gospel, mas sem excessos. Eles querem passar boas mensagens aos ouvintes, mas não querem catequizá-los. Ensinam que a vida vale a pena - apesar de tudo.

Por essas,
e por se apresentarem sempre vestidos com grandes vestidos coloridos, que The Polyphonic Spree era encarado como uma banda neo-hippie, neo-gospel... Não há como classificar Polyphonic. É um indie pop sinfônico, feliz, hippie e agradável.

Soube que eles lançarão um novo álbum neste ano e deixarão de usar a marca registrada da banda, que são as vestes que comentei acima.
Agora partiram para uniformes escuros, "de guerra". Não mudaram seus conceitos, pelo contrário: literalmente estão vestindo aquilo que todos dizem da banda, de sua tentativa (fracassada?) de salvar o mundo. The Polyphonic Spree é o EXÉRCITO DA SALVAÇÃO! lol.

Um tanto quanto ridículo, mas nada como ser bobo e idiota de vez em quando e enxergar um propósito na vida humana.

Inaugurando neste blog as novas ferramentas do last.fm, confiram abaixo algumas amostras das músicas da banda:







8 comentários:

maczinha disse...

Fui citada!
Com uma frase pra lá de boba, mas fui.

Ok, tô baixando músicas que posso ouvir aqui.. :~
Legais as ferramentas novas e músicas felizes.

Um brinde!

Só acho o seguinte: pra fazer minha vida valer a pena, vou alí fazer um lanchinho pq não sei qdo vou morrer não posso morrer com fome.

=D
(p.s. até que enfim atualizou essa joça)

Arraso disse...

A frase não foi boba, me inspirou a atualizar essa joça. A joça não foi atualizada antes por causa do carnaval, TÁ! humpf!

Ok, odeio o carnaval, mas o usei para descansar :P

Anônimo disse...

adorei o post
e tudo passa mesmo
até uva passa
;)


BELL

Arraso disse...

Valeu, Bell! ;)

Renan disse...

Essa frase é tão velha... ¬¬"

Tá patenteado no meu nome, Mac?

Arraso disse...

É sim, mas de tão velha a gente esquece que ela existe =)

Renan disse...

Tão quanto "Eu nunca faria o que a Betty Faria..."

Peneira disse...

faltou colocar o link ali ao lado, arraso. :D

Legal o post hehehe.